COSP

Início » Posts etiquetados como 'clinica'

Arquivo da tag: clinica

Clínica COSP de Principiantes

Clínica COSP de Principiantes

Ocorre nos dias 03 e 04 de dezembro de 2016 a Clínica COSP de Principiantes. A clínica será sediada pelo Clube de Campo São Paulo.

Mais informações:

  • Data: 03 e 04 de Dezembro
  • Horário: 10:00  até as 18:00 horas.
  • Local: Clube de Campo São Paulo – São Paulo  – SP
  • Técnicos: Fabio Melchert e Jacques Santos
  • As embarcações poderão ficar no CCSP após o Campeonato de Equipes.

Clínica Energisa de Vela Jovem – Guarapiranga

clinica-energisa-de-vela-jovem-na-classe-optimist-sao-paulo-2016

Clínica de Vela para Principiantes

Clinica Principiantes COSP

Local: Yacht Club Paulista (ICP)

Divulgue: Folder – Clinica de Principiantes COSP

Clinica – Clube Med Sailing Week

Clube Med Sailing Week

Clinica de Regras (comentario do Baby)

Recebemos um comentario do Bernardo Arndt (Baby) que ilustra muito bem como foi a clinica de regras do ultimo final de semana!

“Um treinamento voltado ao aprendizado e aplicação das regras nas táticas de barco contra barco e na estratégia de ragata de equipe, e consequentemente de flotilha também.

É muito difícil ensinar regras de regatas em uma sala, ainda mais para a galera dessa idade, apesar de eles terem o maior interesse na área. Acontece que esse interesse só se manifesta no momento em que estão vivenciando a experiência na água.

         No Campeonato Brasileiro desse ano fui no bote com o juiz Flávio Naveira, que fez a arbitragem nas regatas de equipe e fiquei impressionado com a quantidade de situações de conflito (algumas bem complexas) que acontecem nessas regatas, que duram apenas 15 minutos no máximo.(É possível que em apenas uma regata dessas o velejador se coloque em mais em situações de conflito com outros do que no resto do campeonato inteiro de regatas de flotilha).

 Nem é preciso dizer que a maioria perde muito por não dominar bem as regras, enquanto os que conhecem bem deitam e rolam, levando essa vantagem também para as regatas de flotilha para a vida toda…

Assim surgiu a ideia de fazer a clínica de regras no formato de regatas de equipe (uma equipe contra outra, cada uma com 4 barcos).

 As regatas são muito intensas pois a equipe só vence com determinadas combinações de resultados, assim o tempo todo estão aplicando táticas de barco contra barco visando marcar e atrasar o adversário para que seus companheiros passem. Mesmo em equipes com nível diferente de velejadores, as regatas são muito interessantes.

Nessa Clínica tivemos os melhores velejadores do Brasil atuando com velejadores um pouco menos experientes, e alguns recém veteranos. Como é a equipe que tem que vencer e não o indivíduo, o tempo todo os mais experientes atuavam para salvar o time, exigindo deles pleno conhecimento das regras para aplicá-las em suas táticas afim de frear o time adversário. Os mais novos tentavam se virar sem ter que pagar muitas penalidades (é verdade que deve ter gente tonta até agora de tanto pagar 360 e 720). 

E o mais legal é que com o espírito de competitividade e experiencia dos feras, esses orientavam o tempo todo os mais novos em relação ao que fazer no ato. É claro que na emoção essa orientação era na base do &*¨%#” ARRIBA*&¨%##!!, ORÇA AGORA &¨%¨@%¨¨&!!! Pu q Pariu C&*¨%¨%!!! No mínimo bem eloquente… e ainda assim os novos se sentiam integrados e felizes por velejar na equipe de velejadores de nível mundial.

Também fizeram treinos como o de marcação de 2 contra 1, onde o primeiro tinha que frear o 2° até que o 3°, que era do seu time, passasse. Esse foi o exercício básico, princípio da regata de equipe, mas levado ao extremo, sempre com a supervisão do Flávio.

O vento ajudou, se mantendo entre fraco e médio, perfeito para que os barcos pudessem se aproximar ao máximo e eventualmente se tocar sem causar danos, o que seria impossível com ventos fortes.

Os Técnicos também tiveram muitas questões esclarecidas pelo expert Flávio, que sanava as dúvidas de todos tanto na água após as regatas (que duravam em média 10 minutos) como após, em terra, nos mínimos detalhes. Desde o mais experiente ao mais novo, todos aprenderam algo e praticaram o que já sabiam.

Parece que o evento atingiu seu objetivo, que era ensinar regras e táticas no mais alto nível possível com divertimento e envolvimento de cada velejador, promovendo de maneira extrema a nossa tão desejada (e cada dia mais rara) integração entre todos.

Para as próximas, conforme for elevando o nível, exploraremos mais e mais as estratégias que variarão de time para time (a serem formados com antecedência).”

Um abraço a todos.

Baby.”

observando de perto

observando de perto

CLINICA DE REGRAS EM SÃO PAULO NO YCSA

Nos dias 22 e 23 de Junho aconteceu a Clinica de Regras para a flotilha de veteranos de São Paulo com o argentino Flavio Naveira. O evento também contou com participação dos 5 primeiros classificados no ranking nacional, que agora seguem viajem para o Mundial 2013 do Optimist no Lago de Garda – Itália.

Com a participação de 3 técnicos e 20 velejadores de diversas flotilhas de São Paulo, além da Equipe Brasileira Optiworlds 2013 que é multi-estadual foram exercitadas as regras em regatas por equipes de 5 velejadores, o encontro foi muito enriquecedor e o comentário geral foi “como pode ser vantajoso saber bem as regras”.

Clinica de Regras

turma que participou da Clinica de Regras

Estiveram presentes:

Flotilha Vento Sul (CCSP) – André Fiuza, Olivia Belda, Helena de Marchi, Victor de Marchi, Gustavo Melcher, Lars Kunath

Flotilha da Garoa (YCSA) – Pedro Bomeisel, Marina Bomeisel, Marina Arndt, Jacopo Gioanina

Flotilha FLOVOR (YCP) – José Hackerott

Flotilha Borrachudos (Ilhabela) – Matheus Oliveira, Diogo Zabeu, José Antonio Godinho, Luan Pegoraro

Equipe Brasileira Optiworlds 2013 – Pedro Correa (SP), Lucas Faria (DF), Gabriel Lopes (RS), Pedro Zonta (RS), Gustavo Abdulklech (RJ)

– Técnicos – Átila (Equipe Brasileira Optiworlds 2013), Fábio Melchert (CCSP), Bruno Reis (Ilhabela)

– Instrutor – Flávio Naveira (Argentina)

Agora vamos esperar os bons resultados no Mundial para a Equipe Brasileira Optiworlds 2013 e no Norte Americano para Olívia Belda e Helena De Marchi, para o resto da turma nas regatas do 2º semestre e no Campeonato Paulista de Equipes!

Com o sucesso desta clinica a COSP tem intenção organizar uma segunda clínica no 2º semestre 2013 para consolidar e aperfeiçoar o conhecimento de regras e estratégia de regata de equipes, e que também servirá como um treino para o Paulista de Equipes que ocorrerá em Novembro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

CLÍNICA DE REGRAS E REGATAS DE EQUIPE

1° AVISO DA

CLÍNICA DE REGRAS E REGATAS DE EQUIPE

Com o Juiz Internacional Flávio Naveira (ARG)

DATA 22 e 23 de JUNHO de 2013

INSCRIÇÕES: R$ 150,00 até dia 10.maio.2013  após esta data acréscimo de 20%

com o (YCSA ou Coordenador da COSP – Hackerott)

Formato:

Será feito em regatas de equipe (de 4 barcos contra 4 barcos), por se tratar do ambiente mais propício para situações de conflito, onde o conhecimento e a aplicação das regras são determinantes para a estratégia e a tática da regata.

Abrangência:

Aos velejadores de São Paulo e litoral de nível intermediário e avançado, pois mesmo os de nível mais alto desconhecem ou pouco aplicam em suas táticas as oportunidades que as regras podem oferecer, ou por vezes não respeitam uma regra por não conhecê-la bem. Recomendamos velejadores que já tenham um nível para acompanhar a média da flotilha em regatas.

É ALTAMENTE RECOMENDADO A TODOS OS TÉCNICOS QUE PARTICIPEM TAMBÉM. NÃO SERÁ COBRADA INSCRIÇÃO DOS MESMOS.

É importante que todos os interessados confirmem até 30 de Abril suas inscrições pois se até essa data não tivermos o número suficiente de velejadores, convidaremos velejadores de outros estados.

Clube apoiador: YCSA

OBJETIVOS:

1-      Aperfeiçoamento dos conhecimentos de regra da Parte 2 do Livro de Regras (que trata justo de situações de regata) e a aplicação prática dessas regras nas estratégias e táticas de regata.

2-      Explicação do Apendice Q, que trata de regatas com juízes julgando no ato da regata e com algumas diferenças em relação às regras das regatas comuns. O apêndice Q é usado nas Medal Races, já ha algum tempo introduzidas na grande maioria dos campeonatos internacionais, como Jogos da Juventude, Panamericanos e Olimpíadas, além dos Campeonatos Mundiais e Semanas de Vela.

3-      Introdução às estratégias de regatas de equipe.

4-      Entender como age o Juiz e quais seus principais parâmetros.

 

Como serão transmitidas as informações:

– Serão montadas as equipes.

– Haverá um briefing dos velejadores e técnicos com o Juiz Flávio Naveira, onde ele passará rapidamente as regras da Parte 2 do Livro de Regras e explicará o apêndice Q.

– Serão levantadas as estratégias das regatas de equipe.

– Cada regata deverá durar aproximadamente 12 minutos onde o Juiz penalizará (ou não) os barcos que se envolvem em situações de conflito entre si ou com outras regras.

Imediatamente após a chegada, cada barco e técnico deverá se juntar ao bote do Flávio para ouvir suas explicações sobre o fato ocorrido e seu julgamento.

– Após a volta ao Clube haverá um rápido debriefing para o Flávio apontar os erros mais comuns bem como  as devidas soluções.

PREMIAÇÃO:

– Serão premiados os 12 velejadores cujo as equipes obtiverem mais vitórias (é possível que alteremos as equipes para buscar melhor equilibrio)

%d blogueiros gostam disto: